Look de um dia desses – saia ao estilo Kim Kardashian.

Sério, pra esta saia eu não consigo pensar em outro ícone fashion ou celebridade usando…rs…

Já há um tempo, eu procurava por uma saia assim, que eu pudesse usar e me sentir confortável comigo mesma, dentro da saia e do meu corpo.

Dia desses, eu encontrei numa promo na Leader, num tecido bom, com acabamento legal e por R$ 19,90 e achei que poderia experimentar.

Adorei o resultado e já usei do trabalho ao lazer.

Minha dica para usar uma saia  bem justinha? Tenha uma saia e use.

Isso mesmo, está se sentindo confortável com o que vê no espelho? Então use.

Está marcando muito? Use com um t-shirt podrinha, mais compridinha que dá super certo.

saiakim1-side

Usei este look num domingo lindo, para almoçar com o marido:)

E combinei com o colar de caveiras da designer NanePanda, da Nane Panda acessórios.

skullnecklace

Batom vermelho, que não pode faltar e voilá!

Aqui, uma sugestão de como usei a saia para o trabalho e #fotonobanheiro, quem nunca?

Saia Kim

E ai, já encontrou sua peça desejo?

Beijos.

Jocoeli

Linkes delicinhas da semana – sobre moda.

Na mesa vibe de tudo que á fashion e, para continuar com os links da semana na sexta-feira, bora lá ver o que li de legal na “interwebs” sobre moda?

Um unicórnio fashionista  e a Carol mais uma vez “lacrou”, com este post super transparente sobre o tamanho escrito numa etiqueta.

Infelizmente no Brasil,  os tamanhos escritos na etiqueta não condiz,  muitas vezes com o tamanho que está na peça de fato. Já comprei uma peça tamanho 38, quando eu vestia 44  e estava ali, claramente na largura do cós da calça, que não era 38(lógico).O fato é, que muitas destas lojas e marcas, são voltadas para um público adolescente e jovem, uma época em que  muitas estão passando por um momento delicado em relação a aceitação. Outro exemplo? Uma vez entrei numa loja voltada para este público, aqui no Rio, pedi uma batinha G e a vendedora me informou que só trabalhavam com tamanhos PP, P e G. E a adolescente que não se encaixa neste padrão?Acho que já passou da hora das empresas entenderem que devem vestir mulheres, independentemente do tamanho.

Vestido e Tênis

A Pri, esta semana falou de uma tendência da moda que eu amo: Color Blocking. Eu adoro cores e pra mim color blocking nunca saiu de moda. Em 2011, o bloco de cores ganhou as ruas e graças a está trend, nós tivemos uma liberdade enorme de misturar vermelho e rosa, laranja e azul e ser feliz.

Como usar?

Cores análogas: criando um tom sobre tom.

cores análogas

 

Cores complementares: aquelas  cores em lados opostos no círculo cromático.

cores complementares

Tríade de cores: que pode ser formado por duas cores  análogas e uma complementar.

tríade de cores

Mas não pára por aí não, porque com o círculos cromático a combinação não tem limites.

E aí, bora colorir?

Beijos,

JoCoeli

A moda e os lançamentos literários.

Como mencionei no post de ontem, meu desafio para setembro é escolher um tema por semana e escrever pelo 3 posts sobre o assunto. Que tal?

Vou compartilhar como dividi, para ninguém ficar perdido inclusive eu:)

Semana 1 – Moda( no sentido amplo da coisa e não só roupas ou acessórios).

Semana 2 – Empoderamento(  o que tá rolando de bom neste sentido projetos, estudos, histórias).

Semana 3 – Beleza e cuidados( maquiagem, cabelos, cuidados pessoais).

Semana 4 – Fotografia( aplicativos, imagens, inspirações, dicas), dentro das minhas habilidades é lógico!

A primeira semana já ficou “coisada “, porque Agosto teve, pelas minha contas, exatamente 35 dias,  de 25 horas cada…então, já sabemos que a blogueira surtou…rs…

Como a semana 1 é moda, vou fazer primeiro post hoje (Quarta), sexta e domingo. Para as próximas semanas,  meu desafio é postar na  segunda, quarta e  sexta os assuntos referente ao tema da semana.

Let´s go!

Como nem só de looks do dia vive a moda e sim de história e estudos também,  recentemente entraram para minha lista de desejos literários alguns títulos no mundo fashion. Livros, não necessariamente técnicos, mas de personalidades e estilistas que marcaram e marcam sua época.

1- Ronaldo Fraga – cadermo de roupas, memórias e croquis.

Editora: Cobogó

Preço : R$120,00 na Saraiva 

RonaldoFraga

Só por esta capa eu já compraria fácil, fácil mas as páginas são recheadas de memórias, desenhos, textos e croquis do estilista de 1996 a 2014 . Um convite a criatividade e ao mundo da arte, da inspiração e da moda que rondam as coleções primorosas e detalhistas do Ronaldo Fraga. Minha coleção preferida dele é de 2009 e se chama Tudo é risco de Giz. Voltando ao livro, eu ainda nem folheei, porque a livraria me trollou e todos os exemplares estavam fechadinho,  em um plástico cretino, mas procurando pela internet às páginas são lindas e te fazem viajar com certeza.

Esta capa aí em cima é da edição de 2015, porque a edição anterior se esgotou em menos de 6 meses.

2- Champanhe Supernovas

Editora: Rocco

Preço: R$ 34,50 na Saraiva 

ChampagneSupernova

O título vem de um música do Oasis, de mesmo nome, que também bombou nos anos 90. Este livro, lançado em agosto,  conta como as personalidades forte de Kate Moss, Marc Jacobs e Alexandre Mcqueen, contribuíram com toda rebeldia e genialidade para a moda daquela época(me sinto velha falando assim, porque cresci no anos 90, usando calça baggy). Aliás Marc Jacobs ainda continua rebelde e causando …

3 – Alexander McQueen: Blood Beneath the Skin

Editora : Scribner

Preço: $ 16,02 na Amazon

AlexanderMcqueen

A biografia conta  desde o nascimento até os último dia de vida do estilista. Inclusive tem uma passagem no livro, que é bem sombrio, relatando que nos últimos dias de vida Alexander estava se despedindo das pessoas mais próximas, dizendo que iria suicidar diante das câmeras. McQueen morreu em 2010 e pelo que tudo indica ele suicidou. O livro foi composto por relatos e histórias contadas por 100 pessoas próximas ao estilista e conta o outro lado da moeda do glamour das passarelas.

E você, tem uma wish list literária? Aproveita se você mora no Rio ou vem visitar, vai rolar a Bienal  Internacional do Livro, do dia 3 ao dia 13 de setembro.

Beijos,

JoCoeli

La Farfa – a primeira revista plus size japonesa.

Sempre que vemos moda japonesa nos deparamos com modelos magérrimas, mas parem as máquinas  que a  La Farfa, a primeira revista  plus size japonesa, mostra em suas páginas modelos gordinhas, mulheres reais.

la farfa

A revista é perfeita  e desejando muito ter uma bem próxima para folhear.Mas por enquanto vamos procurando pela interwebs.

Segundo Kon, o editor da revista,  eles lançaram como tendência o termo “marshmallow grils”   para se referir as garotas gordinhas, mas  estão tentando mudar já que  houveram protestos  já que o termo está associado a um alimento açucarado e nada saudável.

lafarfa

Kon, também afirma que não estão incentivando as garotas a perderem ou ganharem peso, porque todas as mulheres são lindas independente do peso que tem.

lafarfa1

Imagem daqui

É comum também da moda japonesa, as roupas possuírem tamanho único, mas mais uma vez a revista quebrou as regras e lançou uma linha roupas e acessórios, chamada Plumprino, onde as garotas marshmallow reais podem encontrar roupas de todo os tamanhos.

lafarfa2Imagem daqui

Eu adorei a revista e achei o máximo esta publicação, porque no Japão também tem gordinhas e precisam se reconhecer numa revista de moda.

O que acharam o termo #marshmallowgirl?

Beijos!

JoCoeli

badge_post_01

Vai ter look do dia sim, sempre que der é claro!

E aí que está chegando a hora de limpar o guarda-roupas para entrar no armário-capsula:)

A ideia,  era só comprar alguma peça depois da limpa no guarda-roupas, mas eu sempre tô de olho em alguma coisa que eu possa usar mais vezes e em vários lugares…Este macaquinho da C&A é a prova.

Já usei para sair no sábado a noite, com um blazer floral porque estava friozinho e usei no domingo para ir ao cinema.Esta produção aí da foto.

Macaquinho preto

com espadrille ❤

Macaquinho preto

Eu adorei este macaquinho e vou usar muito. Ah! Comprei na C&A, por R$ 129,00 dinheiros. Achei carinho, mas como gostei muito valeu a pena.

Bjs,

JoCoeli

badge_post_01

Mistura de estilos, porque você pode!

Quando estudamos consultoria de estilo as primeiras coisas que aprendemos são tipos de corpos e os estilos existentes: Clássico, Moderno, Romântico, Esportivo, Criativo, Elegante e Sexy. Certo? Sim, mas há controvérsias, porque  hoje em dia existem diversos  outros estilos a mercê da sua criatividade:rocker, hipster, normcore, boho entre outros, e não é justo ficar limitado a 7 estilos apenas.

Podemos ter um estilo predominante, como por exemplo o Romântico  e ser influenciado pelo estilo Rocker, são contrastantes sim, mas criam uma estética autêntica e original ao misturar o leve + pesado

( renda + spikes).

Romântico: flores, rendas, cintura marcada, laços, tecidos fluídos.

Cores: tons pastéis (rosa, nude, dourado, off white)

Rocker: couro, jeans, silhueta justa, spikes e tachinhas.

Cores: preto e tons roxos, vinho, marsalla(também pode ser usado para dar uma ar dramático ao romantismo).

romanticrocker

Preto + cintura marcada+ flores+ pérolas+spikes.

romanticrocker1

 Tom pastel + marsalla+ flores+ cintura(cintura marcada).

Hoje em dia não precisamos ser um ou outro, podemos misturar estilos e ainda aproveitar esta “brincadeira” no armário cápsula, onde um acessórios pode dar uma carinha mais sofisticada a um look básico.

E aí, bora descobrir seu estilo?

Beijos,

JoCoeli

badge_post_01

Referência: Personal Sylist – Guia de Consultores de imagem(Tia Aguiar).

Sobre idade, cabelos brancos e moda.

Hoje me apaixonei por Sarah Jane Adans , pelo estilo e principalmente por estes cabelos brancos:)

Estou numa fase meio exigente comigo mesmo a acabo me restringindo, inclusive acho que estou velha para começar um projeto novo ou dar uma guinada na carreira.

Quando decidi começar um blog a primeira coisa que pensei é : Ah! Mas já tenho 32 anos…Quando decidi pintar o cabelo de rosa, a idade me veio a cabeça. Quando comprei meu macaquinho preto( diga se passagem é lindo), pensei: mas será que não vou  parecer adolescente?

Ao conhecer Iris e hoje Sarah ( porque afinal eu sou íntima…rs…),  entendi que estilo é estilo e não importa a sua idade e que está proibido não usar o quer, desde que você respeite seu gosto, o seu estilo de vida e suas preferências…Nada de usar listrado preto e branco ou pintar o cabelo de verde-musgo-asa-de-mosca, se você não gosta.Tá bom? Então tá bom( Jout Jout diva me inspira <3)

Sem mais delongas…se você está ai, assim como eu, pensando que os seus cabelos brancos merecem cada vez mais tinta,  separei algumas mulheres de estilos únicos e que não tem medo da palavra originalidade. Divas com mais 50 anos e cabelos brancos que mostram que você pode ser trendsetter e não importa se o cabelo tá azul, vermelho ou cinza.Sim, Senhor!

advantagefashion-side

roberta haze-side

A diva das divas, Sarah!

sarah1-side Todas as imagens são do  Advanced Style

Na lista de ‘vovós’ fashionistas, não pode faltar a magnífica Iris Apfel, 93 anos,  ícone de estilo e autenticidade, é empresária e renomada designer de interiores e teve e sua vida transformada em documentário, que estreou este ano EUA.Ela ama acessórios e já lançou uma linha de maquiagem para a MAC e uma grife de óculos.

Iris

Foto da ZAZ

Muito amor por estas senhoras fashionistas.

Qual o seu ícone fashion?

Beijos,

JoCoeli

badge_post_01